domingo, 11 de agosto de 2019

Ensaio Pai e Filha Bombeiros | Em comemoração ao dia dos Pais 2019


Após 28 anos teve o orgulho de ver sua filha ingressar na Corporação. "Meu pai era de uma época (1973) em que se ficava mais no quartel do que em casa, principalmente por ter sido mergulhador e paramédico. Então eu via meu pai muito pouco.
Por isso, toda vez que ele saia para o quartel eu pedia para me levar e ele com o sorriso largo me dizia “então vamos”. Eu sabia que naquele dia eu teria meu pai por perto, mesmo dividindo ele com sua missão.
Minha infância foi marcada pela sirene das viaturas, a correria dos militares para as ocorrências e pelos suaves voos das garças do Grupamento de Busca e Salvamento.
Bem… tive a oportunidade de comer no rancho, pescar no lago, jogar pão seco para os peixes, passar pela grade que dividia o quartel com o clube Motonáutica, assistir a formatura da bandeira, bem como comer a famosa mariola.
Estar pelos corredores daquele quartel era estar perto do meu pai. Era ter a certeza que meu coração não iria apertar de saudades. Eu estava com meu pai no lugar em que ele amava estar, pronto para salvar vidas!
Fui abençoada por Deus porque tenho a oportunidade em ter na vida um pai herói, de cinto vermelho, que às vezes salvava vidas na água, às vezes na terra e até mesmo nas alturas.
Meu pai, sem eu perceber, sempre se preocupou com detalhes da minha vida, enquanto eu vivia a minha doce infância ao seu lado.
Ele sonhou o meu futuro e dizia “você será Oficial do bombeiro”. Agradeço o que ele sonhou para mim. O que sonhamos juntos virou realidade no dia 03 de dezembro de 2003, dia em que foi entregue a espada. Vi nos olhos de meu pai, pela primeira vez, lágrimas que ficaram em minha memória. E a seguinte frase ao meu ouvido: “Filha, você escolheu a melhor profissão do mundo”. Longos anos se passaram e tenho hoje meu pai com cabelos brancos um corpo mais frágil, mas o abraço continua o mesmo: forte e amoroso, como eu sentia na minha infância.
O que dizer no dia de hoje? Hoje é o dia de agradecer a Deus o presente que recebi no dia em que nasci.
Obrigada pai pelo que me tornei. Te amo!"
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário